“Eu amo Trás-os-Montes naquele silêncio das florestas e das estradas afastadas que aguardam ora a neve, ora o pavor do Verão. Amo-o ainda mais quando vejo a cor da terra e a sombra dos seus castelos em ruínas, quando suspeito o fundo dos rios, os recantos junto dos açudes e a altura das árvores. E perco-me desse mal de paixão, quando, de longe, Trás-os-Montes se assemelha vagamente a uma terra prometida aos seus filhos mais distantes, ou mais expulsos, ou mais ignorados, ou mais mortos apenas. E amam-se aquelas árvores porque vêm do interior da terra, justamente, sem invocar a sua antiguidade ou a sua grandiosidade. Ama-se o frio, até, o esplendor das geadas sobre os lameiros, o sabor da comida que nunca perdeu a intensidade nem a razão. E amam-se os rios, os areais, os poços das hortas, as cancelas de madeira que vão perdendo a cor, e talvez se amem o fogo das lareiras, os ramos mais altos dos freixos e das cerejeiras, os jardins abonecados das suas cidades, o granito das casas, o cheiro das aldeias onde ao fim da tarde se chama paz ao silêncio e se dá nome de chuva à água do céu.”
Francisco José Viegas

domingo, 20 de agosto de 2006

A Senhora das Neves



Mais uma vez, dia 5 de Agosto realizou-se a Festa da senhora das Neves, mais conhecida pela festa dos casados. É tradição, cada casal cuidar um ano da manutenção da Igreja, o homem servindo de sacristão e a mulher zelando a limpeza e asseio das instalações.

Decorrido o ano, o casal organiza uma festa que inclui a elaboração de um ramo de "Negrilho" enfeitado com variados produtos da região, entre eles um frango, uma cabaça de vinho, um cacho de uvas, uma melancia e as chaves da Igreja.
Realizam se algumas cerimónias religiosas, e este ramo, após percorrer as ruas da aldeia, é entregue ao casal destinado a desempenhar as funções de mordomo no ano seguinte.

A festa termina com um baile, ao som da concertina, à porta do novo casal.

1 comentário:

Fernando Ribeiro disse...

Olá Fidalgos, só hoje tive conhecimento do vosso blog. Parabéns pela iniciativa e felicidades para ele. A partir de hoje tem link no blog Chaves e logo que possível faço a referência. Um abraço do blog Chaves