“Eu amo Trás-os-Montes naquele silêncio das florestas e das estradas afastadas que aguardam ora a neve, ora o pavor do Verão. Amo-o ainda mais quando vejo a cor da terra e a sombra dos seus castelos em ruínas, quando suspeito o fundo dos rios, os recantos junto dos açudes e a altura das árvores. E perco-me desse mal de paixão, quando, de longe, Trás-os-Montes se assemelha vagamente a uma terra prometida aos seus filhos mais distantes, ou mais expulsos, ou mais ignorados, ou mais mortos apenas. E amam-se aquelas árvores porque vêm do interior da terra, justamente, sem invocar a sua antiguidade ou a sua grandiosidade. Ama-se o frio, até, o esplendor das geadas sobre os lameiros, o sabor da comida que nunca perdeu a intensidade nem a razão. E amam-se os rios, os areais, os poços das hortas, as cancelas de madeira que vão perdendo a cor, e talvez se amem o fogo das lareiras, os ramos mais altos dos freixos e das cerejeiras, os jardins abonecados das suas cidades, o granito das casas, o cheiro das aldeias onde ao fim da tarde se chama paz ao silêncio e se dá nome de chuva à água do céu.”
Francisco José Viegas

domingo, 29 de janeiro de 2012

Mais uma obra no recinto..


O recinto da festa, na Sr.ª da Penha, está a ficar completo, depois do seu alargamento, da colocação da rede de vedação, árvores novas e do coreto, agora outra edificação, a das casas de banho públicas e também espaço para um bar. Já com os alicerces feitos, começou-se ontem ao levantamento das paredes que lhe darão origem. Obra que há muito havia ter sido executada, pois longe vão os tempos em que, qualquer tojo ou giesta, serviam de esconderijo.. WC diga-se, para as necessidades fisiológicas, mas, mais vale tarde que nunca!
O edifício ficará situado na parte norte do recinto, encostado à extrema, o que foi uma excelente ideia, a meu ver, pois assim fica o espaço envolvente bem aproveitado.
Claro que, as obras realizadas à volta do santuário, merecem sempre palavras de apreço e elogio, foram um grande feito, só possíveis graças a alguns fidalgos que com o seu querer, determinação e vontade dedicada, o deixaram muito bonito!
Como tal, em nome do Blog, um muito obrigado a todos os Fidalgos, que de uma forma ou de outra, contribuíram para que tal fosse possível.


Sem comentários: