“Eu amo Trás-os-Montes naquele silêncio das florestas e das estradas afastadas que aguardam ora a neve, ora o pavor do Verão. Amo-o ainda mais quando vejo a cor da terra e a sombra dos seus castelos em ruínas, quando suspeito o fundo dos rios, os recantos junto dos açudes e a altura das árvores. E perco-me desse mal de paixão, quando, de longe, Trás-os-Montes se assemelha vagamente a uma terra prometida aos seus filhos mais distantes, ou mais expulsos, ou mais ignorados, ou mais mortos apenas. E amam-se aquelas árvores porque vêm do interior da terra, justamente, sem invocar a sua antiguidade ou a sua grandiosidade. Ama-se o frio, até, o esplendor das geadas sobre os lameiros, o sabor da comida que nunca perdeu a intensidade nem a razão. E amam-se os rios, os areais, os poços das hortas, as cancelas de madeira que vão perdendo a cor, e talvez se amem o fogo das lareiras, os ramos mais altos dos freixos e das cerejeiras, os jardins abonecados das suas cidades, o granito das casas, o cheiro das aldeias onde ao fim da tarde se chama paz ao silêncio e se dá nome de chuva à água do céu.”
Francisco José Viegas

sábado, 29 de agosto de 2009

Época de Colheitas

Quem diria ! Ainda há morangos no nosso "linhar" apesar de já estarem a findar...E muito bons que eram ....


Já há uvas maduras! Significa vésperas de vindimas. Mais uma da tarefas nesta época. Preparam-se os lagares e as pipas...


Mas, esta aqui, tenho a certeza que não cura mais vinho !


Uns pimentinhos assados vinham a calhar, oportunidade que eu já tive.


E, é claro que há também quem os prefira curados no vinagre .


Tempo também de cortar as espigas de milho para depois pôr a secar ao sol.





Que grandes abóboras temos lá no quintal !...





Nesta altura do ano já se faz o "arreigue" das batatas. As pessoas levantam-se bem cedo para ir à apanha da batata e livrarem-se do sol abrasazador.
Na hora da sesta, alguns dos fidalgos reúnem-se para uma troca de palavras.


Enquanto os mais novos se refrescam na nossa praia fluvial ........




2 comentários:

Susana disse...

Olá caros Fidalgos da Paradela!

As festas de verão estão a acabar e a ver vamos quem vai ficar no podium... à porta das famosas vindimas. Essas fotografias ilustram bem o que nos espera em Setembro no campo... Muitas histórias à volta das colheitas, das pipas haverá concerteza...

Desafio os fidalgos a participarem na próxima blogagem sobre vinhos e vindimas da vossa aldeia.

Ficarei a aguadar por vocês at´8 de Setembro.

Um doce Setembro para todos!

Abraço, Susana Falhas

Anónimo disse...

Já fijeste o arreigue Kiko..
- o meu sharmento já as arreigou pra adega, até já lhe deitou o tubarito..