“Eu amo Trás-os-Montes naquele silêncio das florestas e das estradas afastadas que aguardam ora a neve, ora o pavor do Verão. Amo-o ainda mais quando vejo a cor da terra e a sombra dos seus castelos em ruínas, quando suspeito o fundo dos rios, os recantos junto dos açudes e a altura das árvores. E perco-me desse mal de paixão, quando, de longe, Trás-os-Montes se assemelha vagamente a uma terra prometida aos seus filhos mais distantes, ou mais expulsos, ou mais ignorados, ou mais mortos apenas. E amam-se aquelas árvores porque vêm do interior da terra, justamente, sem invocar a sua antiguidade ou a sua grandiosidade. Ama-se o frio, até, o esplendor das geadas sobre os lameiros, o sabor da comida que nunca perdeu a intensidade nem a razão. E amam-se os rios, os areais, os poços das hortas, as cancelas de madeira que vão perdendo a cor, e talvez se amem o fogo das lareiras, os ramos mais altos dos freixos e das cerejeiras, os jardins abonecados das suas cidades, o granito das casas, o cheiro das aldeias onde ao fim da tarde se chama paz ao silêncio e se dá nome de chuva à água do céu.”
Francisco José Viegas

domingo, 20 de setembro de 2009

Paradela na Festa da Senhora das Graças em Chaves






A nossa padroeira, Senhora das Neves, esteve representada, mais uma vez, na festa da senhora das Graças que decorreu no dia 20 de Setembro em Chaves. O andor, ornamentado com flores naturais, foi um dos mais de quarenta que estiveram presentes e percorreram as ruas da cidade, desde o jardim publico até à igreja Matriz.




2 comentários:

Helena Teixeira disse...

O Andor e a Sta são simplesmente Lindíssimos!
Caros Fidalgos,
convido-os a participar na Blogagem de Outubro,lá na Aldeia.O tema é "Na Minha terra,come-se bem".Participem mandando texto máx.25 linhas e 1 foto para aminhaldeia@sapo.pt.Estou ansiosa por conhecer a gastronomia de Paradela - Chaves.
Cumprimentos sinceros
Lena
da Aldeia

elvira carvalho disse...

O andor da Sra, está muito bonito. Pena que a foto não esteja um pouquinho mais clara.
Um abraço