“Eu amo Trás-os-Montes naquele silêncio das florestas e das estradas afastadas que aguardam ora a neve, ora o pavor do Verão. Amo-o ainda mais quando vejo a cor da terra e a sombra dos seus castelos em ruínas, quando suspeito o fundo dos rios, os recantos junto dos açudes e a altura das árvores. E perco-me desse mal de paixão, quando, de longe, Trás-os-Montes se assemelha vagamente a uma terra prometida aos seus filhos mais distantes, ou mais expulsos, ou mais ignorados, ou mais mortos apenas. E amam-se aquelas árvores porque vêm do interior da terra, justamente, sem invocar a sua antiguidade ou a sua grandiosidade. Ama-se o frio, até, o esplendor das geadas sobre os lameiros, o sabor da comida que nunca perdeu a intensidade nem a razão. E amam-se os rios, os areais, os poços das hortas, as cancelas de madeira que vão perdendo a cor, e talvez se amem o fogo das lareiras, os ramos mais altos dos freixos e das cerejeiras, os jardins abonecados das suas cidades, o granito das casas, o cheiro das aldeias onde ao fim da tarde se chama paz ao silêncio e se dá nome de chuva à água do céu.”
Francisco José Viegas

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Presépio de Fidalgos

Mensagem recebida por email.
Quero desejar a todos os Portugueses pelo mundo fora um ano novo cheio de paz e muita prosperidade. Aproveito para mandar umas fotos do natal com o presépio natural e os reis magos. Muitos de vocês conhecem os reis magos sendo eles o Adamastor, Elias, e Eusébio Gonçalves (os três irmãos da Irmandade) Quero agradecer ao Paulo, Joaquim, Amélia e ao Márcio por nos terem a todos os imigrantes bem informados com as noticias e fotos da nossa Querida aldeia.
Muito Obrigado,

Eduarda Cadime
















2 comentários:

euroluso disse...

As fotos foram tiradas na igreja de Paradela? É bom que em Trás-os-Montes não se perca a tradição de fesgtejar os Reis-.

Márcio Santos disse...

Não, amigo Euroluso! São da nossa diáspora nos Estados Unidos.

Um grande bem haja para eles.